Treinamentos In-Company

Cursos mais solicitados

A

NBS possui um núcleo de capacitação profissional responsável pelo treinamento de mais de 23000 profissionais e executivos nos últimos 25 anos, através de eventos abertos e “in company”.

Abaixo você encontra a listagem de alguns dos Treinamentos in Company oferecidos pela NBS. Para maiores informações clique no curso desejado e nos envie uma mensagem.

Estratégias Empresariais

PROGRAMA DO CURSO
– Evolução do Pensamento Estratégico
– Planejamento Financeiro
– Planejamento de Longo Prazo
– Planejamento Estratégico
– Administração Estratégica
– Gestão Estratégica
– Balanced Scorecard – BSC
– Conceitos
– Objetivos e Princípios do BSC
– Relação de Causa e Efeito
– 4 Perspectivas do BSC
– Mapas Estratégicos
– Indicadores de Desempenho (O que são?)
– Critérios para seleção de Indicadores
– Etapas para implantação

CARGA HORÁRIA
08 Horas em um dia

Possibilitar melhor compreensão sobre os caminhos que levam a empresa familiar pelo caminho da profissionalização. Serão explorados o conceito básico de governança e sua função como instrumento no planejamento da profissionalização e sucessão das empresas, em especial aquelas com controle familiar. Serão discutidos: a dinâmica e as características das empresas familiares; os mecanismos que a governança oferece para prepará-las para o processo sucessório e os instrumentos que disciplinam a relação entre familiares, sócios e gestores, voltados à perpetuação da organização.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Empresas Familiares
a. Introdução;
b. Dinâmica das empresas familiares;
c. Modelo dos três círculos;
d. Evolução da gestão nas empresas familiares.

2. Conceitos de Governança
a. Objetivos;
b. Princípios fundamentais;
c. Oportunidades, Riscos e Desafios;
d. Estrutura de Governança: Corporativa, Familiar e Societária;
e. Instrumentos de Governança: Missão, Visão, Valores Éticos e Acordos de Sociedade;
f. Planejamento e Proteção Patrimonial.

3. Profissionalização, Sucessão e Continuidade da Empresa Familiar
a. Dilemas a serem superados;
b. Custos associados;
c. Planejamento da Sucessão.

4. Programa Típico para a profissionalização em empresa familiar
a. Etapas e fases;
b. Estrutura básica;
c. Cronograma Inicial.

CARGA HORÁRIA
08 Horas em um dia

Objetivo:
Capacitar os profissionais, oferecendo uma visão sistêmica que poderá ser utilizada como um guia na criação de um modelo de Gestão Estratégica com o uso do Balanced Scorecard nas suas organizações. Apresentar e forma de ligação entre a Formulação Estratégica as ações do dia a dia da organização criando condições para o alto desempenho.

A quem se Destina:
Sócios, Executivos, Gestores e demais profissionais ligados à administração de empresa. Todos que queiram entender o poder de uma estratégia bem formulada e desdobrada para todos os níveis da organização em um ambiente onde se pode medir e recompensar o desempenho.

Conteúdo Programático:

Evolução do Pensamento Estratégico
Planejamento Financeiro
Planejamento de Longo Prazo
Planejamento Estratégico
Administração Estratégica
Gestão Estratégica

Balanced Scorecard – BSC
Conceitos
Objetivos e Princípios do BSC
Relação de Causa e Efeito
4 Perspectivas do BSC
Mapas Estratégicos
Objetivos e Programas de Gestão.

Indicadores de Desempenho
O que são?
Porque e o que medir?
Tipos de Indicadores.

Iniciativas Estratégicas
O que são?
Porque Trabalhar as iniciativas?
Como ligar a Estratégia a Ação

Gestão baseada em desempenho
Conceito
Aspectos Importantes
Mecanismo de Avaliação de Desempenho
Remuneração por desempenho

CARGA HORÁRIA
08 Horas em um dia

OBJETIVO:
O objetivo do treinamento é sensibilizar e apresentar, através de técnicas de Valoração de Empresas (Valuation), uma metodologia para monitoramento das empresas em relação à sua Geração de Valor. Entender o custo de oportunidade ou custo de capital efetivo de uma empresa é um dos principais temas do treinamento e a comparação destes custos com os resultados líquidos nos remetem à percepção de geração ou não de valor de um determinado Negócio.

A crescente instabilidade política e econômica do país vem afetando demasiadamente os resultados das empresas, demandando maior concentração de análise sobre todas as variáveis que afetam direta ou indiretamente os resultados. Ao contrário do que possa parecer, empresas lucrativas nem sempre geram valor. A metodologia aborda exatamente os passos para os gestores e dirigentes permanecerem atentos à perenidade da empresa.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

• Introdução
o Cenário Atual
o Como as empresas Destroem Valor
o Conceitos de Valoração de Empresas: Pricing vs Valuation
• Principais Demonstrativos Financeiros:
o Balanço PatrimoniaL
o DRE
o Fluxo de Caixa
o Índices Econômicos
• Estrutura e Custo de Capital
o Custo de Capital Próprio
o Custo de Capital de Terceiros
o Custo Médio Ponderado de Capital (CMPC ou WACC)
• Geração de Valor
o Metodologia de Identificação de Geração ou não de Valor

Melhoria de Processos/Finanças Corporativas

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

MODÚLO 1: Fundamentos da Gestão por Processos
Os temas que poderão ser abordados neste primeiro programa serão:
– Conceitos de sistemas | processos | atividades | tarefas
– Metodologia e ferramentas de mapeamento de atividades
– Conceitos de Missão, Visão e Valores
– Conceito de entrada e saída de processos
– Relacionamento da “Cadeia Cliente e Fornecedor Interno”
– Conceito de Indicadores de Desempenho
– Gestão de Indicadores: Balanced Scorecard

MODÚLO 2: Desenho e Modelagem de Processos
– Os temas que poderão ser abordados neste segundo programa serão:
– Fundamentos da modelagem de processos
– Modelagem dos Processos
Desenho dos Processos Atuais (AS IS) versus Modelagem dos Processos Ajustados (TO BE)
– Hierarquia dos processos
Cadeia de valor ou processos principais, processos de apoio e processos estratégicos
– Atribuição de valor ao cliente e as demais partes interessadas

MODÚLO 3: Análise e Melhoria de Processos
Uma análise estruturada permite a redução de custos no desenvolvimento de produtos e serviços, a redução nas falhas de integração entre sistemas e melhora do desempenho da organização, além de ser uma excelente ferramenta para possibilitar o melhor entendimento dos processos atuais e eliminar ou simplificar aqueles que necessitam de mudanças.
Os alguns dos temas que serão abordados na condução do módulo 3 serão:
– Análise de Riscos em Processos
– O fator Inovação
– Ciclos PDCA
– Conceito de melhoria continua de processos
– Método de identificação e entendimento de um problema ou de fator de melhoria
– Avaliação 5W & 2H
– Ações de contenção
– Análise e solução de problemas
– Identificação da Causa raiz
– Plano para implementação das melhorias

OBJETIVO
O curso será baseado nos princípios das 8 disciplinas, conhecidas como 8 D’s, uma metodologia de resolução de problemas complexos visando a melhoria contínua de um produto ou de um processo. A metodologia é estruturada em práticas ou disciplinas que enfatizam a sinergia das pessoas envolvidas.

PROGRAMA DO CURSO
• Ações Corretivas e Preventivas
(conceitos e interpretações)
• A Abordagem 8D
(Origem e aplicações)
• A 8 Disciplinas
D1 – Organização das equipes de trabalho
D2 – Definição dos Problemas
D3 – As ações de contenção
D4 – Identificação das Causas Raiz
D5 – Desenvolvimento de soluções permanentes
D6 – Implementação de solução permanente
D7 – Prevenção de reincidências
D8 – Revisão e Reconhecimento das equipes
• 8D como ferramenta de planejamento
(Aplicações para Ações corretivas)
• Técnicas de Questionamento
(Aplicações das Técnicas de questionamento na abordagem 8 D)
• Identificando corretamente uma Não Conformidade.
(Aplicação da técnica 5W e 2H e estudo de caso)
• Identificando corretamente uma Não Conformidade.
• Análise das Causas.
(Aplicação de Ferramentas como: mapeamento de processos, brainstorming e 5 Porquês)
• Determinando Ações Corretivas e Preventivas.
(Planos de Ação e Responsabilidades)
• Verificação da Eficácia.
(Técnicas de Monitoramento e Acompanhamento)
• Registros
• Estudos de Caso

OBJETIVO
O objetivo deste treinamento é apresentar uma abordagem de Orçamento Base Zero (OBZ), metodologia que trabalha em consonância com as Estratégias de uma Organização, questionando intensamente informações e dados que anteriormente eram “carregados” do passado. Além de manter o foco em redução de custos, a estrutura de OBZ preconiza ainda a atuação dos responsáveis de cada área, despertando assim um ambiente de responsabilidade e comprometimento descentralizado e participativo.
O público alvo são os gestores de empresas que buscam alternativas para melhorar o desempenho dos resultados, atuando com detalhe em toadas as áreas da organização.

Conteúdo Programático:
1. Conceitos de Orçamento Base Zero
2. Objetivos do Orçamento Base Zero
3. Comparativo entre o OBZ e método tradicional
4. Vantagens e desvantagens do OBZ
5. Definição das estratégias, objetivos e metas
6. Identificação dos pacotes de decisão
7. Definição da matriz de responsabilidades
8. Elaboração dos Pacotes, NZBs e VZBs
9. Priorização dos Pacotes de decisão
10. Aplicação dos recursos
11. Acompanhamento do OBZ
12. Gerenciamento Matricial de Despesas
13. Conceitos de SWOT, EVA, ROI para atingir o OBZ.
14. Exercício prático

Carga Horária :
8 horas

Objetivos:
Capacitar os colaboradores para interpretação e desenvolvimento de sistemas de gestão de compliance voltados a combater práticas de suborno, através da implementação de uma cultura de integridade, transparência e conformidade com as leis e regulamentações aplicáveis.

Público Alvo:
Empresas que objetivam criar ou fortalecer uma cultura ética empresarial, alinhar programas internos de compliance com as melhores práticas do mercado ou demonstrar para autoridades, investidores, acionistas, fornecedores, colaboradores e a sociedade em geral de que a organização está comprome-tida em adotar controles eficazes, pautados em padrões internacionais, para combater o suborno em todas as suas formas.

Conteúdo Programático
Contexto de aplicação de Programas de Compliance e a norma ISO 19600
A norma ISO 37001 Diretrizes, procedimentos e controles anticorrupção
Liderança, comprometimento e responsabilidade por parte da alta gerência
Supervisão pela administração
Treinamento anticorrupção
Avaliação de risco
Avaliação de risco (due diligence) para projetos e parceiros de negócios
Relatórios, acompanhamento, investigação, controle
Medidas corretivas e melhoria contínua

Carga Horária :
8 horas

Gestão da Qualidade

OBJETIVO
Apresentar aos participantes a estrutura da família de normas ISO 9000 e prepará-los para a interpretação dos requisitos da NBR ISO 9001, revisão 2015.

PROGRAMA DO CURSO
• Evolução da Qualidade
• Noções de Gestão da Qualidade
• Estrutura da Documentação
• Família de Normas ISO 9000
• Requisitos da NBR ISO 9001:2015
• Abordagem por processos
• Características da ISO 9000
• Passos para implementação
• Auditoria e Certificação
• Work-Shop: Identificação de Não Conformidades

CARGA HORÁRIA
08 Horas em um dia

O Objetivo deste curso é preparar os profissionais ligados a implementação e manutenção de sistemas de gestão da qualidade para a realização de auditoria internas, em conformidade com as normas NBR ISO 9001 e NBR ISO 19011

PROGRAMA DO CURSO
• Auditoria – o que é?
• Modelos de Gestão
• Tipos de auditoria
• A Norma NBR ISO 19011
• Abordagem por processos
• Analisando Indicadores da Qualidade
• Requisitos Regulamentares e Estatutários
• Etapas de uma auditoria
• Planejamento
• Preparação
• Plano de auditoria
• Estudo da documentação
• Preparação de Listas de Verificação
• Registros de Auditorias Anteriores
• Realização
Execução
Reunião abertura
Coleta de exame de evidências objetivas
Reunião de fechamento
• Relatório
Não Conformidades
Observações
Avaliação da Eficácia do Sistema de Gestão
• Acompanhamento das Ações Corretivas

CARGA HORÁRIA
16 Horas em dois dias

OBJETIVOS
Apresentar a estrutura do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade para o Habitat (PBQP-H) e os requisitos do Documento SIQ-Construtoras, possibilitando aos participantes o entendimento dos Objetivos do Programa, bem como a sua interpretação e aplicação.

PROGRAMA DO CURSO
Evolução da Qualidade
Noções de Gestão da Qualidade
Modelos de Gestão (ISO 9000 X PBQP-H)
Qualidade na Construção Civil
A estrutura do PBQP-H
Os Requisitos do PBQP-H
Abordagem por processos
Passos para implementação
Auditoria e Certificação
Work-Shop: Identificação de Requisitos

CARGA HORÁRIA
08h em um dia

OBJETIVOS
O curso de formação de auditores internos em gestão integrada pode conciliar diversas normas de gestão, conforme as necessidades espescíficas de cada organização, usando como base a norma ISO 19011, “Diretrizes para Auditoria de Sistemas de Gestão da Qualidade, Ambiental, Segurança e Saúde Ocupacional”.

PROGRAMA DO CURSO
• Conceitos básicos de gestão;
• Noções de Gestão referentes as normas especificadas
• Estrutura de Documentação
• Requisitos das normas estudas
• Avaliações de metodologias de risco
• Work-Shop: Identificação de Requisitos de Auditoria
• As modalidades de auditorias
• A norma NBR ISO 19011 — síntese analítica
• Analisando Indicadores de desempenho ambiental, segurança e saúde ocupacional
• Requisitos Regulamentares e Estatutários
• Planejamento e Preparação
• Plano de auditoria
• Estudo da documentação
• Registros de Auditorias
• Planejamento e Execução das auditorias
• Relatório Não Conformidades Observações e Avaliação da Eficácia do Sistema de Gestão
• Acompanhamento das Ações Corretivas, preventivas e de melhoria

Objetivo:
O objetivo deste curso é preparar os profissionais ligados a implementação de sistemas de gestão da qualidade para a condução dos processos de ações corretivas em suas organiza-ções, identificando corretamente as causas dos problemas e as ações necessárias para sua solução.

PROGRAMA DO CURSO
• Identificando corretamente uma Não Conformidade.
(Aplicação da técnica 5W e 2H e estudo de caso)
• Identificando corretamente uma não conformidade
• Ações de Contenção.
(Disposição de Não Conformidades)
• Análise das Causas.
(Aplicação de Ferramentas como: mapeamento de processos, brainstorming e 5 Porquês)
• Determinando Ações Corretivas.
(Planos de Ação e Responsabilidades)
• Verificação da Eficácia.
(Técnicas de Monitoramento e Acompanhamento)
• Registros
• Estudos de Caso

OBJETIVO
Prover aos participantes conhecimento sobre a norma NBR ISO/IEC 17025 2005 e noções básicas sobre o cálculo de incertezas de medição.

PROGRAMA DO CURSO
– Requisitos da Nova NBR ISO/IEC 17025
– Definições de Termos Importantes na Metrologia
– Desenvolvimento e Implementação
– Acreditação (Inmetro, RBC, RBLE e REBLAS)
– Noções sobre Incerteza de Medição
– Revisão de estatística (base para determinação de incerteza)
– Erro, exatidão, precisão e incerteza de medição.
– Work-Shop 1: Estudo da ISO/IEC 17025
– Work-Shop 2: Cáculo de Incerteza

A NBS possui um grande número de treinamentos voltados para a área de segurança de alimentos e boas práticas, em temas como:

– ISO 22000
– FSSC 22000
– BPF (Boas Práticas de Fabricação)
– APPCC/HACCP (Análise de Perigo e Pontos Críticos de Controle
– FAMI/QS
– outros

Sustentabilidade

PROGRAMA DO CURSO

• Conceitos básicos de gestão;
• Gestão Ambiental
• Família de Normas NBR ISO 14000
• As dificuldades na implementação de Sistemas de Gestão
• Certificação de SGA’s
• A manutenção do SGA
• A gestão de Resíduos
• A gestão de Indicadores de desempenho ambientais

O Objetivo deste curso é capacitar os participantes na interpretação da norma OHSAS 18001 e apresentar os passos para a implementação de um Sistema de Gestão para a Segurça e Saúde Ocupacional (SGSSO). Neste curso serão abordadas as normas básicas para o SGSSO (OHSAS 18001 e OHSAS 18002), seguido de um estudo detalhado da norma de certificação OHSAS 18001.

PROGRAMA DO CURSO
– Conceitos da Segurança e Saúde no Trabalho (SST);
– Histórico das norma relativas;
– Importância estratégica da OHSAS 18001;
– O sistema da SST;
– Análise e interpretação dos requisitos da norma OHSAS 18001:2007
– Gestão Integrada (ISO 9000 e ISO 14000);
– Análise e avaliação de perigos e riscos;
– Avaliação do desempenho da gestão da SST;
– Desenvolvimento e implementação do sistema de gestão da SST;
– Processo de certificação.

Objetivo:
O curso de levantamento de aspectos e impactos ambientais e Identificação de Perigos e Riscos quanto a segurança e saúde ocupacional tem como objetivo fornecer conhecimentos básicos gerais, conceituais e aplicação prática sobre um tema crítico para a Gestão de Meio Ambiente, segurança e saúde ocupacional, que é o conhecimento dos principais fatores que podem levar uma organização a ter perdas que comprometam sua sustentabilidade: os Aspectos e seus Impactos. Neste curso são abordados os conceitos de Gestão de Riscos Ambientais e de segurança, com o enfoque nas normas ISO 14001:2015 e OHSAS 18001, e técnicas para efetuar em campo o levantamento das informações aplicáveis.

Conteúdo Programático
O que é um Sistema de Gestão
Sistemas de Gestão Ambiental, Segurança e Saúde Ocupacional
Questões Ambientais e de Segurança Atuais
Compreendendo os Aspectos e Impactos Ambientais e os Perigos e Riscos quanto a Segurança
Avaliação dos Riscos Ambientais e de Segurança
Requisitos relacionados com ISO 14001:2015 e OHSAS 18001
Aspectos e Impactos diretos e indiretos
Perigos e Riscos

Carga Horária: 16 Horas

MODULO 1
OBJETIVO: Explicar o propósito e intenções da série de normas ISO 14000 e OHSAS 18000. Descrever o processo contínuo de desenvolvimento das normas da série ISO 14000 e OHSAS 18001, o impacto que este desenvolvimento tem nos processos de auditoria e a necessidade dos auditores permanece-rem atualizados nas últimas revisões; Explicar a intenção e os requisitos da ISO 14001 e OHSAS 18001 relacionados a requisitos legais; Identificar as evidências de auditoria necessárias para demonstrar a conformidade

MODULO 2
Avaliar a eficácia do atendimento a legislação de um SGI; Descrever a diferença entre uma auditoria legal (compliance) e de SGI. Explicar as fase de auditoria, considerando Planejamento; Prepara-ção;Realização;Relatório e Acompanhamento; Explorar técnicas de auditoria e questões comportamen-tais do auditor.

MÓDULO 3
Fundamentar princípios necessários para o atendimento aos requisitos legais, Entender a hierarquia da legislação ambiental e o processo de regulamentação, incluindo as esferas federal, estadual e municipal, bem como de órgãos de controle, e como avaliar se o sistema auditado foi devidamente alimentado com recursos de informação., Técnicas de leitura e compreensão de Normas Legais; Importância de se preparar para a auditoria – detecção de normas aplicáveis, check-lists, avaliação das evidências de atendimento.

MÓDULO 4
Principais Normas Ambientais por temas: Licenciamento, poluição aérea, poluição das águas, resíduos, zoneamento, transporte, Crisoti-la (Lei Nº 9.05595 e CONAMA 307/02, Acordo Nacional) e normas correlatas.

MODULO 5
No final, os colaboradores serão avaliados quanto ao seu aproveitamento e compreensão das técnicas de auditoria apresentadas. Certificados de Participação para os colaboradores com até 80% de participação ou certificados de aprovação para aqueles que obtiverem no mínimo 70 % nas avaliações dos treinamentos.

OBJETIVO

Fornecer noções básicas sobre as emissões de gases de efeito estufa, e suas consequências e os mecanismos de flexibilização existentes. Voltado para gestores ambientais, executivos, engenheiros e técnicos, apresentando aspectos básicos sobre elaboração de inventários de emissões e de oportunidades para projetos MDL.

PROGRAMA DO CURSO

–Aquecimento Global
• Efeito estufa e gases de efeito estufa (GEE)
• Ciclo do carbono (GEE)
• Mudanças Climáticas Globais
• A Convenção do Clima e o Protocolo de Quioto
• Decisão de Diretoria Nº 254/2012/V/I da CETESB
• Resolução INEA Nº 64/12

-Inventário de Gases do Efeito Estufa
• Objetivos do inventário de GEE
• Princípios do relatório de GEE
• Programa brasileiro GHG Protocol e a ISO 14064
• Definição de limites organizacionais, operacionais e ano base
• Métodos de cálculos e coleta de dados
• Publicação e validação

-Gestão de Gases do Efeito Estufa
• Identificação de oportunidades de redução
• Carboneutralização
• Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL)
• Atividades elegíveis para Projetos MDL

– O Desenvolvimento da ISO 50001
– O ISO/PC 242
– O Papel do Brasil e da ABNT
– Cenário da Gestão de Energia no Brasil
– Termos e Definições

– Interpretação da ISO 50001
Requisitos do sistema de gestão de energia
Requisitos gerais
Responsabilidade de gestão
Funções, responsabilidade e autoridade
Política de energia
Planejamento de Energia
Requisitos legais e outras
Revisão de energia
Base de Energia
Indicadores de desempenho de energia
Objetivos, metas e planos de ação
Implementação e operação
Competência, treinamento e conhecimento
Documentação
Controle Operacional
Comunicação
Projeto
Aquisição de serviços de energia, produtos, equipamentos e energia
Desempenho de verificação
Monitoramento, medida e análise
Avaliação de conformidade legal/outras
Auditoria interna do Sistema de Gestão de Energia
Não-conformidades, correção, ação corretiva e preventiva
Controle de registros
Revisão de Gestão
– Implementação da ISO 50001
Estratégias de Implementação
Integração do SGE
– Requisitos Legas para Gestão de Energia
Identificação de Requisitos Legais (melhoraria de desempenho energético, eficiência energética, uso e consumo de energia).
Exemplos de aplicações e e levantamentos
– Processo de Certificação da ISO 50001
Certificação X Declaração de Não conformidade
Auto Monitoramento
Processo de Certificação de Terceira Parte

OBJETIVO
Apresentar as principais ferramentas utilizadas para desenvolver e implementar a ges-tão social no ambiente corporativo e programas de sustentabilidade, alinhando o aten-dimento das expectativas das partes interessadas (stakeholders), qualidade de vida dos colaboradores e o escopo dos negócios.

PROGRAMA DO CURSO
• As principais ferramentas de gestão – características gerais das ferramentas mais conhecidas – Modelos “fundamentais” e modelos “processuais”
• Declaração de direitos humanos – Direitos das crianças e adolescentes
• Carta da Terra e Metas do Milênio
• Pacto Global da ONU
• Princípios de governança (OCDE, NYSE, Bovespa)
• SA8000
• Indicadores Ethos
• Balanços Sociais
• AA1000
• NBR 16001 e ISO 26000
• Relatório GRI (Global Report Initiative)
• ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial)